Sobre o Autor

Iniciei minha carreira de escritor por volta dos dez anos, quando na escola, realizei minhas primeiras redações e às vezes alguns versos. Ao longo dos anos escrevi centenas de pensamentos e poesias. Sempre de forma particular e com intuito de enriquecer meu acervo pessoal. (Talvez um dia eu publique essas poesias).

Participei de alguns eventos na escola e frequentemente partilhava meus pensamentos. Queria levar adiante aquilo que acreditava e a era da tecnologia ajudou muito por me permitir alcançar muito mais pessoas.

Escrever sempre foi a minha maior paixão e foi por volta do ano de 1998 que passei a partilhar tudo o que escrevia nas redes sociais. Talvez, essa tenha sido a fase onde eu de fato comecei a juntar melhor as minhas ideias e assim conseguir passar as mensagens sobre aquilo que eu defendia.

Acredito que essa experiência tenha me mostrado outro perfil da literatura, pois mesmo tendo uma boa criatividade e escrito centenas de artigos, eu jamais havia conseguido material suficiente para escrever um livro. No entanto, isso mudou no ano de 2015, quando a inspiração para as minhas obras começaram a chegar.

Eu comecei a escrever o meu primeiro livro e conforme escrevia, as histórias fluíam dentro em mim. Me envolvi completamente naquele projeto e deixei que a fantasia me guiasse para conclusão daquela obra. Juro que não forcei nada, fui escrevendo aquilo que meu coração me pedia e exatos 30 dias após, terminei o meu tão sonhado livro.

Antes mesmo da história do Ladrão de Sonhos tornar-se conhecida, fiquei muito feliz ao vê-la emocionar minha esposa e depois outras pessoas próximas. Foi graças a elas que descobrir o alcance de minha história.

Minha dica para aqueles que desejam escrever e representar por palavras os mais variados sentimentos é: Deixem que tudo flua naturalmente dentro de si. Vá elaborando ideias, leia o máximo de livros e artigos que puder, pois assim sua mente poderá começar a criar suas próprias histórias e talvez a inspiração chegue.

Acredito que nada é por acaso e se nos dedicarmos e dermos o tempo necessário para encontrarmos aquilo que devemos representar, as coisas realmente acontecem.

Lembre-se: Não force sua inspiração e não se incomode se levar muito tempo para as coisas acontecerem, afinal, tudo tem o seu momento debaixo do céu e, se eu sirvo de exemplo, gostaria que soubessem que demorei 39 anos para começar a escrever o meu primeiro livro. Porém, quando enfim o comecei, terminei trinta dias depois.

Acreditem, não há regras para se escrever. Um bom livro poderá ser escrito em vários anos ou em alguns meses, o que importa é deixar fluir e acreditar que não estamos sozinhos em nossa jornada.

Desejo a todos, boas leituras e ótimos sonhos.

Um grande abraço de seu amigo,

Sidnei Coelho.